Óculos invisíveis



Versão para Impressão Versão para Impressão

RuimRegularBomÓtimo (Nenhuma avaliação)
Loading ... Loading ...

Comecei a usar óculos recentemente. Na verdade, acho que deveria estar usando há mais tempo, mas só agora me dei conta de que era realmente necessário. Precisei ler a bula de um remédio que há muito não tentava, e veio aquela decepção. Em plena luz do dia  não consegui ler nem a primeira linha da descrição do remédio. Procurei um médico e se confirmou minha suspeita: há um mês uso óculos para ler e escrever, principalmente à noite, quando não só a vista, mas o corpo todo está cansado.

É, caro leitor, é o reflexo dos efeitos da idade. Logo eu que sempre tive uma excelente visão até mesmo para identificar os piores garranchos e as caligrafias mais estranhas.

Porém, o objetivo desse texto não se resume unicamente ao fato de eu estar usando óculos. Afinal, muita gente usa óculos e acha bom. Particularmente, estou me sentindo bem melhor com ele, embora não esteja ainda muito acostumada a esse acessório de baixo custo que é  acessível a todos e nunca sai de moda. Enfim, um companheiro que irá me acompanhar sempre. Apesar disso, minha intenção é falar dos óculos invisíveis que usamos em nossas vidas, mesmo sem saber ou com total consciência da sua existência.

Faz um mês que queria já ter escrito sobre esse assunto, mas me faltava algo, me faltava uma informação muito importante e fundamental para a compreensão desse texto e essa informação me chegou hoje, mais precisamente agora e, por isso, resolvi escrever logo para não esquecer nenhuma palavra ou frase que considero fundamentais.

Você que é jovem ou não, que usa ou já usou óculos ou mesmo se nunca precisou usá-los (ainda bem!), já sentiu a necessidade de usar óculos invisíveis?

No contato com o chefe e colegas de trabalho, no ambiente corporativo de um modo geral, em situações sociais e familiares, quantas e quantas vezes você não sentiu a necessidade de usar óculos invisíveis, não é ?

Eu mesma já me cansei de usá-los para não me chatear, não me magoar, não querer confrontar ou discutir com quem quer que fosse. Pelo menos, para mim eles funcionam da seguinte forma: quando estou em uma situação difícil ou complicada em que preciso agir e tomar uma decisão rápida ou mesmo quando preciso da ajuda de alguém e nada acontece, sinto-me frágil e muito vulnerável e é  justamente nesse momento que eu os coloco e deixo a situação se desenrolar naturalmente, sem minha interferência. É como se eu estivesse acompanhando tudo de muito perto, mas sem poder fazer nada ou sem saber como fazer algo acertado para modificar a situação, mesmo quando a única e principal prejudicada seja eu mesma.

Os óculos são invisíveis e só eu tenho o poder e o direito de usá-los quando e onde eu quiser, porém, é como se os outros tivessem percepção da existência deles porque minhas atitudes e comportamento  mudam radicalmente quando os coloco.

Existem diversos tipos de óculos invisíveis: os mais antigos, os mais recentes,  aqueles para momentos especiais, outros para situações corriqueiras do dia a dia e, cada um deles, têm uma função toda especial.

Para exemplificar de uma forma bem simples,  suponhamos que você esteja no ambiente de trabalho e que tenha discutido com um colega de trabalho ou mesmo com seu chefe. Você e outras pessoas que sabem do problema, sabem que você está certo mas também se sentem impotentes de fazer alguma coisa. Afinal, seu emprego está em jogo. É nesse momento, que você usa os tais óculos invisíveis, ou seja, é quando a gente tudo vê, tudo sente, tudo analisa, mas nada faz. Os óculos funcionam como uma espécie de barreira invisível que não deixa passar nenhuma emoção ou sentimento de injustiça, tristeza, indiferença, desprezo e, principalmente impotência.

Muitas vezes vocês podem insistir em não querer usá-lo, mas as circunstâncias nos obrigam a fazê-lo para o bem geral de todos.

Você pode pensar que usá-lo seja um ato de covardia de sua parte, mas pelo contrário. Os óculos invisíveis  servem como uma espécie de intuição, de sinal, de aviso para você se calar, congelar sua emoção e somente observar a situação.

Acredite, todas as vezes que o usou e vier a usá-lo será para adiar a resolução de um problema ou pendência com alguém ou alguma situação. Depois, quando mais calmo, poderá analisar o problema com mais atenção e tomar a melhor atitude para que você se sinta bem e em paz!

Pode demonstrar fraqueza,  ingenuidade ou até mesmo um comportamento imaturo de sua parte, mas acredite, você estará sendo muito astuto e inteligente todas as vezes que precisar usá-lo. Muitas vezes, as provações pelas quais passamos, não afetam somente nossa visão, ou seja, o que vemos, mas principalmente o nosso coração, isto é,  o que intimamente sentimos. e são justamente nesses momentos que mostramos nossa força e real valor.

Para finalizar, repito uma frase do livro O Pequeno Príncipe:  ”Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos”.

Bookmark and Share
VN:F [1.9.3_1094]
Rating: 5.0/5 (1 vote cast)
Óculos invisíveis, 5.0 out of 5 based on 1 rating
RuimRegularBomÓtimo (Nenhuma avaliação)
Loading ... Loading ...

Versão para Impressão Versão para Impressão
Compartilhe:
  • Twitter
  • Technorati
  • del.icio.us
  • Digg
  • Facebook
  • LinkedIn
  • dihitt
  • Rec6
  • Live
  • Google Bookmarks

Comentários (6)

Ângelajulho 10th, 2012 - 16:58

Sendo assim nos tornaremos mais seguros.

Obrigada.

VA:F [1.9.3_1094]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VA:F [1.9.3_1094]
Rating: 0 (from 0 votes)
Mirian Nasserjulho 10th, 2012 - 19:17

Olá, Ângela!

Novamente agradeço sua participação.
Um abraço.
Mirian

VN:F [1.9.3_1094]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.3_1094]
Rating: 0 (from 0 votes)
Ellen Dhiassetembro 28th, 2012 - 11:55

Nossa, Mirian esse site é muito bom. Parabéns!
Continue…

VA:F [1.9.3_1094]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VA:F [1.9.3_1094]
Rating: 0 (from 0 votes)
Mirian Nassersetembro 28th, 2012 - 12:45

Olá, Ellen!

Obrigada pelos seus comentários e elogios!
Um abraço.
Mirian

VN:F [1.9.3_1094]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.3_1094]
Rating: 0 (from 0 votes)
Thaisagosto 14th, 2013 - 19:09

Olá, Mirian! Parabéns pelo site.

Adorei seu texto, me identifiquei muito com o tema.

Vou me formar em dezembro em Secretariado Executivo Bilíngue pela UNIGRANRIO. Começei a estagiar em novembro de 2011 na empresa em que trabalho atualmente. Onze meses depois, me contrataram como terceirizada.

No começo minha relação com a secretária era muito boa. Mas com o passar do tempo ela foi mudando comigo e eu com ela. Ela começou a ser mostrar fofoqueira e adora fazer intrigas e deixar as pessoas em situações delicadas.
Então eu também comecei a me afastar, pois não gostava de suas ações e não queria que me vissem como um reflexo dela. Por mais que eu tenha atitudes diferentes das dela as pessoas misturam muito, pois sentamos lado a lado.

Resumindo, acho que ela me passou a ver como uma ameaça, pois vou me formar esse ano, possuo inglês avançado e espanhol intermediário e estou sempre pensando em me desenvolver. Ela não é formada em secretariado e nem é amparada pela lei. Não possui nem ensino superior completo.

A situação está complicada pois ela não está me passando quase nada para fazer, quando pergunto se quer que eu faça algo, ela fala que não precisa que está sob controle. O ambiente está pesado e já tentei me reaproximar mas me desanimo pois ela não muda as atitudes e cada vez piora mais comigo.

O gerente executivo quase não me chama, sempre pede tudo para ela, entendo que é por causa da experiência e ela já trabalha com ele há alguns anos. Enfim, muitas vezes tenho que colocar meus óculos invisíveis, mas confesso que para mim é muito difícil (e não porque eu queira), mas não consigo disfarçar muito bem minhas expressões quando fico chateada, triste… Me sinto desmotivada e sem valor na empresa.

Desculpe o desabafo.

Abraço, sucesso.

Thais

VA:F [1.9.3_1094]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VA:F [1.9.3_1094]
Rating: 0 (from 0 votes)
Mirian Nasseragosto 15th, 2013 - 3:43

Olá, Thaís!

Agradeço seu contato, elogios e interesse em minha opinião. Eu entendo perfeitamente o que está sentindo. Não ficou claro como era seu relacionamento com esse gerente, mas pelo que explicou, certamente essa secretária sente-se ameaçada por você está quase se formando e ter muito mais estudo que ela, embora ela tenha mais experiência que você, pelo menos nessa empresa. Bem, você nem é funcionária dessa empresa e não vê perspectiva de ser contratada e não se sente valorizada. Você precisa ficar atenta e tentar descobrir se ela, como você mesma disse, é fofoqueira, pode ter comentado algo negativo ou falou alguma mentira para esse gerente o que fez com que ele passasse a evitá-la.

Continue fazendo seu trabalho, seja discreta, não comente nada com ela: se está feliz, se está estudando idiomas, se está triste ou preocupada com seu trabalho, se irá se formar, etc. Mesmo sem querer, você a humilha quando fala da sua vida e ela, por sua vez, também a ignora e a humilha agindo dessa forma, pois é a única arma que ela tem, porém, bem poderosa. Ela não a quer mais ali e está dando todos os sinais disso. Essa é a verdade! A tortura psicológica é a pior que existe.

Se tiver oportunidade, entre um dia na sala desse gerente, comente com ele o que está sentindo e diga que é profissional, discreta e que desde que entrou na empresa procura fazer seu trabalho com responsabilidade e perfeição. Se ele, por algum motivo, estiver com uma imagem negativa de você, irá repensar e refletir melhor sobre você. Se você quiser ser mandada embora, quiser mudar de área, ser transferida de departamento, fale com ele ou com o RH e veja o que é possível fazer. Outra possibilidade é procurar emprego enquanto estiver trabalhando.

Sinceramente, ficando ali não lhe acrescentará nada, você não terá nenhuma visibilidade, não está sendo valorizada e não está lhe fazendo bem. Você é preparada, competente, estudada e terá muitas outras oportunidades profissionais.

Cuide de sua vida profissional e não pense mais nessa Secretária. Infelizmente, no mundo corporativo é assim mesmo: um quer tirar vantagem sobre o outro; um quer aparecer e até passar por cima de alguém para se destacar e outros, ainda, querem vencer a todo custo, independente de quem irão prejudicar. Ter uma visão romântica no ambiente empresarial é utopia. Cada um pensa em si, então, faça o mesmo!

Um beijo e boa sorte!

VN:F [1.9.3_1094]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.3_1094]
Rating: +1 (from 1 vote)

Deixe um comentário

Seu comentário

Produzido por Quintal Brasil | SEO - Site Otimizado por Quintal Brasil | Feito em Feito em Wordpress