Reinventar-se sempre!



Versão para Impressão Versão para Impressão

RuimRegularBomÓtimo (Nenhuma avaliação)
Loading ... Loading ...

Pode parecer clichê sugerir isso, mas algumas atitudes na vida podem fazer toda a diferença. É comum reclamarmos da rotina, da monotonia, da mesmice, mas nos mantemos firmes para dar continuidade a isso. Todo santo dia sempre a mesma coisa e nada muda. Tanto no trabalho como na vida pessoal, nos sentimos entediados por executarmos sempre o mesmo ritual. Parece até que somos robôs: somos ligados pela manhã e desligados à noite e durante o dia temos de executar tudo o que nos propomos num ritmo frenético e alucinante. Muitas vezes, nem sabemos o porquê daquela atividade, a única certeza é que temos algo a cumprir e precisamos finalizá-la.

Uma vez, ouvi na rádio uma entrevista de um consagrado escritor brasileiro que dizia que era muito ansioso e que isso refletia negativamente em sua vida pessoal e profissional. Porém, as obrigações profissionais e as preocupações cotidianas o deixam assim.

Todos sabiam que ele era bom no que fazia e, por isso, ele se sentia na obrigação de se superar a cada obra publicada. Antes, em seus trabalhos anteriores, ele tinha um intervalo para escrever, um tempo adequado para criar uma história e, modificá-la, caso necessário.

Depois, passou a escrever sem nenhum prazer e sem motivação, com o único objetivo de cumprir o prazo estipulado pela editora. Sabia, no íntimo, que caso o resultado não fosse o que ele desejava, todos iriam achar a história brilhante, ou, no mínimo, boa.

Ele também relatou ao jornalista, uma passagem cômica em que, voltando das compras e antes mesmo de descer do carro, já estava com a chave da porta de seu apartamento na mão, pois não queria perder tempo. Em seguida, fez a seguinte reflexão: “Certo, estou aqui, abri a porta, e daí? O que vou fazer agora?”.

Muitas vezes nos sentimos assim: sem direito de descansar, de curtir a vida, de ficar no ócio, no famoso “ócio criativo”. Afinal, é um direito nosso. Sabemos que nosso corpo e nossa mente precisam relaxar. Isso faz bem até para nosso humor, nosso bem estar e nosso relacionamento com os outros. Tornamo-nos mais tolerantes quando constatamos que ninguém tem um ritmo igual ao nosso e podemos aprender muito no contato com os outros. Em geral, nos irritamos quando trabalhamos ao lado de alguém muito lento ou muito rápido e, principalmente quando esse alguém nos exige determinado comportamento igual ao dele, por ele próprio pensar que é o adequado e por ser nosso chefe, pois temos a obrigação de trabalhar do jeito que eles gostam para harmonizar e não desfocar do ambiente corporativo.

Não é raro sentirmos vontade de mudar (mesmo que isso gere um risco grande que pode ou não dar certo), de fazer diferente ou fazer melhor o que estamos acostumados a fazer.

Tente, nem que seja por uma única vez e veja o resultado. Para se reinventar constantemente é necessário uma certa dose de ousadia, criatividade e, principalmente, vontade. Tal mudança poderá lhe trazer uma imensa satisfação ou não. Pelo menos, você tentou e analisou o resultado.

Tem muita secretária que consegue mudanças boas em seu ambiente de trabalho, sejam mudanças no comportamento da equipe ou do próprio chefe com o objetivo de tornar o clima mais agradável. Sabemos que sempre podemos melhorar algo que está bom e modificar algum comportamento que não agrada e, para isso, é preciso ter humildade e reconhecer nossas falhas.

Isso acontece conosco vez ou outra. Quantas vezes alguém nos sugere um novo modo de trabalhar, de agir, de nos vestir etc. e recusamos por achar que daquele jeito está bom ou mesmo por medo da mudança?

E você? Já pensou em mudar seu estilo de trabalho? Modificar o jeito como trata seus problemas pessoais e assuntos profissionais? Já tentou ser mais extrovertida para tentar superar uma timidez? Ou, o contrário: ficar mais calada quando a situação exige? Dizem que estamos em constante evolução, em mudança, mesmo que não percebamos muito claramente, mesmo porque, muitas vezes, as mudanças são lentas.

Portanto, não fique com medo de mudar: tente, ouse, seja criativo, esteja aberto a novas idéias e sugestões e verá que sua vida poderá mudar para melhor!

Em tempo: aquele escritor famoso mudou, mudou muito. Hoje ele leva uma vida mais tranquila, escreve seus livros quando está inspirado, tendo apenas o compromisso de entregá-lo no prazo estipulado e leva uma vida mais prazerosa ao lado da família e amigos que, segundo ele, só o ajudou a escrever ainda melhor.

Bookmark and Share
VN:F [1.9.3_1094]
Rating: 5.0/5 (1 vote cast)
Reinventar-se sempre!, 5.0 out of 5 based on 1 rating
RuimRegularBomÓtimo (Nenhuma avaliação)
Loading ... Loading ...

Versão para Impressão Versão para Impressão
Compartilhe:
  • Twitter
  • Technorati
  • del.icio.us
  • Digg
  • Facebook
  • LinkedIn
  • dihitt
  • Rec6
  • Live
  • Google Bookmarks

Comentários (2)

teixeiraoutubro 20th, 2010 - 9:25

Gostei da matéria, até mesmo estava a precisar.

VA:F [1.9.3_1094]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VA:F [1.9.3_1094]
Rating: 0 (from 0 votes)
Mirian Nasseroutubro 20th, 2010 - 18:27

Olá, Fátima!

Obrigada pelo seu elogio e fico feliz por ter gostado do artigo e feito você refletir sobre sua situação atual. Boa sorte!

VN:F [1.9.3_1094]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.3_1094]
Rating: 0 (from 0 votes)

Deixe um comentário

Seu comentário

Produzido por Quintal Brasil | SEO - Site Otimizado por Quintal Brasil | Feito em Feito em Wordpress