Ih, levei bronca do chefe, e agora?

Quem nunca levou uma bronca merecida ou injusta do chefe que atire a primeira pedra. Sempre digo que quem mais trabalha é quem mais está sujeito ao erro.  Está sujeito, não necessariamente, erra.  Principalmente quando se trabalha em conjunto com outras equipes ou funcionários da empresa e há divisão de responsabilidades e tarefas. Porém, quem não trabalha, quem finge que trabalha ou fica se dedicando a outras atividades no ambiente de trabalho, dificilmente estará em evidência.

Continue lendo »

Com que roupa eu vou?

Quem não conhece essa música? Pois é, o irreverente sambista, poeta, cantor e compositor carioca de Vila Isabel, Noel Rosa, era boêmio e adorava sair à noite para beber com os amigos.  Noel Medeiros Rosa (1910-1937), morreu cedo, de tuberculose, e é considerado ainda hoje, um dos maiores letristas da MPB. Ele  compôs essa letra quando, segundo ele próprio, contava aos amigos que, quando queria se divertir na noite carioca, especialmente no bairro de  Vila Isabel onde vivia,  sua mãe, descontente com a vida que levava, sempre escondia suas roupas. Das muitas letras que compôs, sem dúvida nenhuma,  o samba bem-humorado de 1929, “Com que roupa?”, o eternizou.

Continue lendo »

A secretária e os processos de seleção

Já aconteceu comigo, com você e com todo mundo que tenha participado de um processo seletivo. Quem de nós, nunca ficou intrigada por não ter sido escolhida para uma determinada vaga quando éramos consideradas a pessoal ideal para o cargo? Geralmente, o processo todo consiste em testes de conhecimento de língua portuguesa, inglês ou mais um outro idioma (para as bilíngues), redação, testes de informática, uso da internet, bem como testes psicológico e psicotécnico, entrevista com a consultoria e com a selecionadora da empresa. Na etapa seguinte, participávamos de mais entrevistas, nesta ordem: responsável pelo RH, gerente do RH, secretária da área (quando solicitada), executivos em questão, sendo que, muitas vezes, por incompatibilidade de agendas, era necessário retornar várias vezes à empresa para uma entrevista individual com cada um ou então esperar meses até que o processo todo fosse concluído.

Continue lendo »

Polivalente: ser ou não ser?

Você, secretária,  já bastante experiente e com muitos anos de prática e você, que está do outro lado da moeda e que ainda é estudante, estagiária ou em começo de carreira, também se considera uma profissional polivalente, proativa, dedicada, com muita experiência, multifuncional, interessada, além de ser aquela que realmente “veste a camisa” da empresa ou algo parecido?

Continue lendo »

Pense para existir!

Fale a verdade. Quantas vezes você não concordou com alguém só para não desagradar, para não ser deselegante ou para não criar polêmica?

Continue lendo »

Você tem perfil?

Essa é a clássica pergunta que todo profissional se faz quando ingressa em uma profissão.  Se não tem essa consciência ou se é levado a alguma profissão por diferentes situações, outras pessoas, com certeza, se encarregarão de fazê-la por ele. Uns ouvem com mais frequência;  já, outros, de tempos em tempos,  quando  participam de algum processo seletivo ou quando põem sua profissão à prova.

Continue lendo »


Produzido por Quintal Brasil | SEO - Site Otimizado por Quintal Brasil | Feito em Feito em Wordpress